Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  509.06 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Jovens e orientadoras em contextos sócio-educativos: significações de uma relação pedagógica
Autor:  
  Claudio Andres Arenas Abarca   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFSC/EDUCAÇÃO
Área Conhecimento  
  EDUCAÇÃO
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2006
Acessos:  
  862
Resumo  
  O presente trabalho procurou analisar o Programa de Medidas Sócio-educativas da Prefeitura Municipal de Florianópolis-SC (PMSE-PMF); explorando tanto os significados atribuídos pelos jovens autores de ato infracional atendidos pelo referido Programa; quanto os significados das orientadoras a respeito do seu trabalho. Dessa maneira; tentou-se compreender como é que se configura a relação pedagógica entre os sujeitos envolvidos; bem como o caráter sócio-educativo do Programa. A pesquisa possui um caráter qualitativo; pois seu foco principal é o campo das significações dos jovens e das suas orientadoras; procurando explorar a relação entre a subjetividade desenvolvida pelos sujeitos e seu contexto. A interpretação dos resultados obtidos exigiu por parte do pesquisador um esforço para compreender o contexto social; econômico; político e cultural da realidade brasileira e; especificamente; da cidade de Florianópolis; que apresenta uma série de características tornando-a um caso especial e particular. Com este estudo pretendeu-se trazer para o Programa de Pós-graduação do Centro de Ciências da Educação da Universidade Federal de Santa Catarina (PPGE-CED-UFSC); uma discussão a respeito da maneira como estão sendo efetivadas as políticas de atendimento à Infância e à Juventude; especificamente na aplicação das Medidas Sócio-educativas para jovens autores de ato infracional.
     
    Baixar arquivo