Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  2.25 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Fator tecidual e densidade microvascular como fatores preditivos de metástases ganglionares no carcinoma epidermóide de boca
Autor:  
  Gerson Schulz Maahs   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  PUC/RS/MEDICINA E CIÊNCIAS DA SAÚDE.
Área Conhecimento  
  MEDICINA
Nível  
  Doutorado
Ano da Tese  
  2008
Acessos:  
  951
Resumo  
  RESUMO A presença de metástase cervical é o fator prognóstico mais relevante no carcinoma epidermóide de boca. Fatores clínicos e histológicos estão associados com o desenvolvimento da metástase cervical; porém a pesquisa de fatores moleculares está sendo amplamente realizada nos últimos anos. O objetivo deste estudo é avaliar a associação da expressão do fator tecidual e da densidade microvascular como fatores de risco para a presença de metástase cervical nestas neoplasias. A expressão do fator tecidual e a densidade microvascular foram aferidas pela técnica de imunoistoquímica e suas associações com a presença de metástase cervical foram estudadas em 53 pacientes com diagnóstico de carcinoma epidermóide de boca tratados cirurgicamente pelo autor. Características clínicas e histológicas também foram pesquisadas e associadas com a presença de metástase cervical. Somente três casos não expressaram o fator tecidual. A alta expressão do fator tecidual; mais de 50% das células tumorais intensamente coradas; foi encontrada em 13 pacientes (24;5%). A densidade microvascular por paciente variou entre 4 e 47;8 vasos; com uma média de 18;47 vasos. A alta densidade microvascular (mais de 20 vasos por paciente) ocorreu em 21 pacientes (39;6%). O estadiamento clínico; a infiltração neuronal e as embolizações vasculares foram os fatores preditivos de metástase de maior relevância. Este estudo descreve pela primeira vez a expressão do fator tecidual como fator prognóstico de metástase e de óbito no carcinoma epidermóide de boca. Os resultados indicam que a expressão do fator tecidual e a densidade microvascular não estão associados com a presença de metástase cervical. Estudos adicionais são necessários para determinar novos marcadores moleculares capazes de melhorar a acurácia do prognóstico; comparados aos fatores clínicos e histológicos de prognóstico do carcinoma epidermóide de boca já estabelecidos
     
    Baixar arquivo