Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  1.25 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Comunidade de macrófitas aquáticas em uma lagoa temporária no semiárido brasileiro: variações estruturais e coexistência de espécies
Autor:  
  Alyne Bezerra Tabosa   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFC/ECOLOGIA E RECURSOS NATURAIS
Área Conhecimento  
  ECOLOGIA
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2010
Acessos:  
  207
Resumo  
  Identificar se as comunidades estão estruturadas de forma aleatória ou com base em interações biológicas trata-se de um dos aspectos mais importantes em ecologia . Neste sentido a identificação dos eventos envolvidos em sucessão de espécies pode contribuir de forma significativa. As lagoas temporárias do semi-árido brasileiro são ambientes úmidos temporários; com características peculiares que permitem uma rápida sucessão de espécies; uma vez que; apresentam variações ambientais; fase úmida e seca; responsáveis pela seleção de espécies de acordo com suas formas de vida. Estes ambientes apresentam comunidades; dentre as quais se destacam as macrófitas aquáticas; adaptadas aos períodos sazonais de inundação. Assim; teve-se como objetivo descrever as variações na estrutura de uma comunidade de macrófitas aquáticas; em uma lagoa temporária; durante seu período de inundação; relacionando as alterações na dominância e composição de espécies com variáveis ambientais. Como também; levantar considerações sobre a co-ocorrência de espécies através do c-score. As amostragens de dados foram realizadas quinzenalmente através do método dos pontos a fim de se obter dados quanto a estratificação; composição e dominância de espécies na comunidade ; totalizando13 amostragens. Além dos dados da vegetação foram também obtidos dados de pH; condutividade; turbidez; alcalinidade; nitrogênio total; nitrato; fosfato total; ortofosfato; oxigênio dissolvido e demanda bioquímica de oxigênio da água. Estes foram relacionados com os dados de dominância de espécies mostrando que as variáveis ambientais afetam de formas diferentes as espécies estudadas. O c-score foi calculado tanto para cada coleta individualmente como para todo o período de inundação. Nos estágios do período de inundação predominaram as interações biológicas na comunidade e considerando todo o período o c-score mostra uma ocupação das espécies de acordo com um padrão de sucessão.
     
    Baixar arquivo