Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  1.50 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Controle do biofilme supragengival e concentração de interleucina-1B: análise em pacientes fumantes e que nunca fumaram
Autor:  
  Carolina Coradini Abascal   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  ULBRA/ODONTOLOGIA
Área Conhecimento  
  ODONTOLOGIA
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2007
Acessos:  
  232
Resumo  
  O controle do biofilme supragengival exerce a função de possível modulador no desenvolvimento do biofilme subgengival e de responsável pela redução do número de microrganismos subgengivais e manutenção de resultados pós-terapia subgengival. Porém, o papel deste controle, isolado, sobre marcadores inflamatórios e imunológicos está pouco elucidado. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito do controle do biofilme supragengival sobre a quantidade total de Interleucina-1B (IL-1B) em pacientes periodontais e comparar entre pacientes fumantes (F) e que nunca fumaram (NF). 43 pacientes (20 F e 23 NF) foram submetidos à raspagem e alisamento supragengival e orientação de higiene, e acompanhados, semanalmente, por um período de 180 dias. Exames clínicos (Profundidade de Sondagem: PS e Sangramento à Sondagem: SS) e coleta de amostras de fluido gengival foram realizados nos dias 0, 30, 90 e 180. A quantidade total de IL-1B, em picogramas por microlitro (pg/uL), foi quantificada por meio de ELISA. Observou-se que a quantidade total de IL-1B, reduziu já aos 30 dias (p<0.001) e de forma adicional aos 180 dias, para ambos os grupos e de forma semelhante entre F e NF (F: 171.60 (baseline), 78.68 (30 dias) e 61.72 (180 dias), NF: 144.76 (baseline), 84.68 (30 dias) e 38.47 (180 dias)). A redução observada foi independente dos valores de PS iniciais (3-5mm ou 6+mm). No entanto, nos sítios positivos para SS, não foi observada redução de IL-1B, (SS-: 157.16 (baseline), 32.73 (30 dias), 37.91 (90 dias) e 23.64 (180 dias), SS+: 157.16 (baseline), 122.70 (30 dias), 156.08 (90 dias) e 138.70 (180 dias)). Pode-se concluir que o controle do biofilme supragengival determinou redução da quantidade total de IL-1B, de forma semelhante em pacientes fumantes e que nunca fumaram, independentemente da PS inicial.
     
    Baixar arquivo