Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  15.20 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Revisão de metodologias de avaliação ergonômica aplicadas a carteira escolar: uma abordagem analítica e comparativa
Autor:  
  Sileide Aparecida de Oliveira Paccola   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNESP/BAU/DESENHO INDUSTRIAL
Área Conhecimento  
  DESENHO INDUSTRIAL
Nível  
  Mestrado
Acessos:  
  715
Resumo  
  A revisão histórica da educação e das artes da idade antiga; média e do renascimento; revela neste estudo; que o surgimento de um mobiliário especificamente escolar; só acontece nas escolas cristãs da idade média. Nas escolas particulares; esse mobiliário surge no século XIII e perdura até o século XX; quando surgem mudanças realmente importantes. Através da caracterização da carteira escolar como posto de trabalho é possível entender e justificar a abordagem do Design e da ergonomia; para que se fundamente o estudo de metodologias de avaliação ergonômica aplicadas a mesma. O Presente trabalho tem como objetivo identificar os critérios para avaliação ergonômica dirigida a carteira escolar e aplicá-los novamente neste contexto; a fim de estudar seu desempenho e resultados. Para tanto; foi realizada uma comparação das metodologias revisadas a partir de um quadro descritivo-analítico; onde as referidas metodologias foram detalhadas. O resultado dessa análise demonstra que ocorre uma priorização de critérios por parte da maioria das metodologias estudadas. Entretanto; foi possível observar que em duas das amostras; mais de 50% dos critérios foram satisfatoriamente preenchidos. Esse fator torna relevante considerar não só os aspectos biomecânicos e antropométricos; mas o conjunto de elementos que interferem direta e indiretamente no nível da relação “aluno x carteira escolar”. A aplicação dos critérios ocorreu através da utilização do método Ergonomic Workplace Analysis – EWA; por se mostrar estruturalmente correspondente a relação dos mesmos; apresentando uma característica de abordagem ampla. O caráter amplo de abordagem do EWA não permitiu identificar elementos específicos de inadequação; mas apontou as áreas onde possivelmente ocorrem problemas na interação do aluno com a carteira. Por conta disso; observa-se que para se obter eficiência na avaliação da carteira escolar; utilizando-se do EWA; seria necessário associá-lo a outro método de avaliação específica do aspecto a ser estudado
     
    Baixar arquivo